logo

E-mail marketing ficou no passado?

Não é novidade que algumas práticas tradicionais do marketing foram deixadas para trás por conta das mudanças que a internet provocou na jornada de compra dos clientes. Com as informações facilmente acessíveis, os vendedores deixaram de ser os gatekeepers da informação e os compradores passaram a concluir uma grande parte da jornada de compra sozinhos.

Para o marketing, isso quer dizer que outdoors e anúncios em mídia tradicional não têm mais resultados tão bons quanto antigamente. Por isso, é preciso, também, anunciar na internet por meio do Google AdSense, das plataformas de anúncios das redes sociais, como FacebookAds, TwitterAds e LinkedIn Ads, e por meio de e-mail marketing.

Em tempos de Facebook e WhatsApp, pode parecer meio obsoleto falar em e-mail. O que costuma vir à cabeça quando se trata de e-mail marketing é aquele punhado de e-mails que lota a caixa de entrada e a aba de “Promoções” e que, muitas vezes, costumamos marcar como spam. A culpa dessa percepção errônea que se tem sobre e-mail marketing é de empresas e profissionais que usam a ferramenta sem aplicar as melhores práticas.

Se usado da maneira correta, o e-mail marketing pode se tornar uma ferramenta poderosa para a comunicação. Afinal, existem aproximadamente três vezes mais usuários de e-mail do que do Facebook e Twitter juntos – atualmente, quase tudo o que você faz online requer um endereço de e-mail. Cerca de 90% dos adultos que utilizam a internet também usam e-mail e, desses, 60% os checam diariamente, segundo pesquisa do Pew Research Center.

Sendo assim, como ignorar o potencial de alcance que tem a utilização de e-mail marketings?

O segredo para não ser confundido com spam é seguir as melhores práticas na hora de escrever e enviar o e-mail. Antes de tudo, é preciso ter em mente o comportamento atual dos compradores: a maioria utiliza smartphones para checar e-mails e tem acesso a muitas informações durante o dia e, por isso, é preciso fazer com que seu conteúdo seja relevante e se destaque entre tudo o que está na caixa de entrada.

Para isso, é preciso entender os princípios do e-mail marketing, saber construir e segmentar uma base de e-mails, utilizar os e-mails como parte da estratégia de marketing, possuir uma boa plataforma para disparo e gestão de e-mails e entender princípios de entregabilidade para não acabar caindo na caixa de spam. É um trabalho que deve ser executado com seriedade por profissionais que entendam a essência e a importância do uso de e-mails dentro de uma estratégia de marketing.

Utilizando as melhores práticas para envio de e-mail marketing, você será capaz de entregar conteúdo relevante para seus clientes no momento em que eles estão buscando por isso. E é justamente esse o papel das empresas dentro do novo modelo de jornada de compra.

Aqui, na YORK, temos profissionais certificados pelas maiores plataformas de automação de marketing da atualidade para efetuar esse trabalho. Além disso, também trabalhamos com outras ferramentas do marketing digital, como o inbound marketing. Não sabe muito bem o que é isso? Nesse post, a gente explica. 🙂

Comentários ( 0 )

    Deixe seu comentário

    Seu e-mail não será publicado. Todos os campos marcados com (*), são obrigatórios. *

    Gire seu smartphone para melhor visualizar o site